Terça-feira, 09 de maio de 2017 17:07

Cinco novos juízes federais da JFAL fazem trajeto de ônibus até o fórum para vivenciar experiência do jurisdicionado

     Os cinco novos magistrados federais da Justiça Federal em Alagoas (JFAL), acompanhados do juiz federal presidente da Turma Recursal, Sérgio de Abreu Brito, concluíram, na última quinta-feira, 4 de maio, as atividades externas do último módulo do Curso de Iniciação à Magistratura, com uma experiência diferenciada. Eles fizeram um trajeto de ônibus na capital alagoana: tomaram um ônibus na Praça Sinimbu, no Centro, com destino ao Fórum da Justiça Estadual, no bairro do Barro Duro, onde realizaram consulta processual.

     Segundo o juiz federal Sérgio Brito, “a finalidade dessa atividade foi conhecer o trajeto que um jurisdicionado faz para ir em busca dos serviços da justiça”. No fórum estadual, o grupo se dividiu para fazer consultas sobre processos em algumas varas.

     A formação dos novos magistrados começou no Tribunal Regional Federal da 5ª Região - TRF5, em dezembro de 2016, com 16 juízes aprovados no XIII Concurso Público para Provimento de Cargos de Juiz Federal Substituto da 5ª Região. Em um total de 12 módulos, os novos magistrados participaram de diversas atividades pertinentes à magistratura federal.

     Os novos juízes federais substitutos da JFAL, Ângelo Cavalcanti Alves de Miranda Neto, Ricardo Luiz Barbosa de Sampaio Zagallo, Rafael Tavares da Silva, Roney Raimundo Leão Otílio e Paulo Henrique da Silva Aguiar também participaram de visitas a instituições que se relacionam com a Justiça Federal.

     O objetivo das visitas foi conhecer mais sobre a prática das instituições que têm relação direta com Justiça Federal e com o desenvolvimento do trabalho e competências da magistratura federal, a exemplo do Instituto Nacional de Seguridade Social, Ministério Público Federal, Polícia Federal, Advocacia Geral da União, Defensoria Pública da União Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas, entre outros órgãos com representação em Alagoas. Também conduziram audiências nas varas comuns e de Juizado Especial Federal, assim como de audiências de conciliação no Centro de Conciliação da JFAL.

Comunicação JFAL