Quinta-feira, 16 de agosto de 2018 08:37

Comitê do PJe se reúne e divulga que mais de 90% dos processos distribuídos no TRF5 são eletrônicos

Apenas 8% dos processos distribuídos no Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5 são físicos. O número reflete o predomínio do Processo Judicial Eletrônico (PJe) no Tribunal e está disponível na ferramenta Business Inteligence – BI, com dados estruturados e relatórios estatísticos inteligentes.

 

A informação foi o primeiro ponto da pauta da reunião do Comitê Gestor Regional de Implantação do Sistema Processo Judicial Eletrônico - PJe, realizada, quarta-feira (15), pela manhã, no TRF5. A diretora da Secretaria Judiciária do Tribunal, Telma Motta, apresentou as informações, acrescentando que as seções judiciárias estão digitalizando os processos físicos e que o prazo para conclusão é agosto de 2019, de acordo com a Resolução nº 3/2018 do TRF5. Também foram discutidas demandas da Advocacia Geral da União e da Ordem dos Advogados do Brasil, que estiveram representadas no encontro. Outra questão apreciada foi o andamento da implantação da versão nacional do PJe nos Juizados Especiais Federais, projeto coordenado pela juíza federal Cintia Brunetta, que está testando o sistema na 35ª Vara Federal do Ceará. A perspectiva é de que cada seção judiciária da 5ª Região teste o sistema em uma vara até o final deste ano.

Compromisso – O desembargador federal Rubens Canuto, que coordena o Comitê Gestor Regional de Implantação do Sistema Processo Judicial Eletrônico – PJe, ressaltou que o TRF5 está à disposição para atender aos pleitos de melhorias do PJe, bem como comprometido em encaminhar as demandas solicitadas.

 

Autor: Divisão de Comunicação Social do TRF5