Quinta-feira, 30 de agosto de 2018 17:37

Destaque nacional: Justiça Federal em Alagoas obtém o maior Índice  de Produtividade no país pelo segundo ano consecutivo

A Seção Judiciária de Alagoas obteve pela segunda vez o Índice de Produtividade Comparada (IPC – Jus) de 100%, destacando-se nacionalmente. O resultado foi apresentado oficialmente em Brasília, na última segunda-feira (27), durante a Reunião Preparatória do XII Encontro Nacional do Poder Judiciário.


As Seções Judiciárias de Alagoas e do Rio Grande do Norte, que alcançaram o Índice Máximo de Produtividade Compara (IPC-Jus) na avaliação do Conselho Nacional de Justiça, também apresentaram os maiores índices de produtividade dos magistrados e servidores do país, tendo cada magistrado federal alagoano proferido, em média, 5.146 sentenças, seguido pelos juízes federais potiguares, que produziram, em média, 3.734 sentenças no ano de 2017.

 

Os resultados foram  publicados no Relatório Justiça em Números 2018 (ano-base 2017), principal fonte de dados estatísticos do Poder Judiciário desde 2004. Ele compila os resultados de 90 tribunais. O presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, desembargador Manoel Erhardt, emitiu nota ressaltando a satisfação de obter por mais um ano, desempenhos que orgulham o Judiciário da 5ª Região.

 

" A 5ª Região destacou-se, no âmbito da Justiça Federal, com o maior índice do IPC-Jus (Índice de Produtividade Comparada da Justiça), o maior índice de produtividade por magistrado, o maior índice de produtividade por servidor, a menor taxa de congestionamento e o melhor índice de conciliação. São, realmente, marcas notáveis que revelam o esforço e o comprometimento de todos que fazem a 5a Região com o objetivo de prestar um serviço público de qualidade,” finalizou o presidente do TRF 5ªa Região".

Por: Ascom - JFAL