JFAL realiza descarte de resíduos sólidos

Imagem: 2603.jpg

2603.jpg

Pelo menos 15 toneladas de resíduos sólidos e de construção civil, armazenados em espaços internos e externos do edifício-sede da Justiça Federal em Alagoas (JFAL), foram doados nesta quarta-feira, 21. A coleta, realizada pela Cooperativa dos Recicladores de Lixo Urbano de Maceió (Cooplum), faz parte da Política de Sustentabilidade da Justiça Federal. A coleta seletiva é uma prática permanente na instituição federal e o material é sempre destinado a cooperativas que se encarregam do recolhimento do material e promovem a destinação correta do material.

Na relação de objetos descartados, constam tubos de ferro, motobombas, carcaças de luminárias, ferro galvanizado, carcaças de postes, pedaços e sobras de perfis, portões de ferro, ferragem de elevadores antigos, pedaços de portas (vidro e compensado), carcaças de ar-condicionado, cerâmicas e reatores danificados, dentre outros.

O descarte correto dos resíduos, promovidos pela JFAL segue a resolução de nº 400 de 2021 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e promove a coleta seletiva na unidade judiciária. O desfazimento de itens sólidos também está previsto no art. 13, da Lei 12.305 de 2010, dentro da Política Nacional de Resíduos Sólidos, na Lei Estadual nº 7749/2015 na Lei Municipal nº 6.933/2019 e dá providências por parte da comissão de desfazimento no que se refere a avaliação de bens móveis que dispõe sobre a administração desses bens no âmbito do Conselho e da Justiça Federal.

A Cooplum é uma cooperativa de catadores de materiais recicláveis com atuação há 13 anos na coleta seletiva de materiais.

Por: Secom JFAL
Institucional
Carta de Serviços
Concursos
Comunicação
Juizados Especiais
Turma Recursal
Transparência
Plantão Judiciário
mapa do site

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.
A navegação no site implica concordância com esse procedimento, em consonância com a nossa Política de Privacidade.