Plantão Judiciário

O Plantão Judiciário funciona fora do expediente ordinário da Seção Judiciária, inclusive nos sábados, domingos e feriados, para acompanhamento de medidas judiciais de urgência, que objetivem evitar perecimento de direito ou assegurar a liberdade de locomoção, ou para a execução de atribuições da Direção do Foro, cabendo ao Diretor do Foro designar, mensalmente, ouvidos os demais Juízes, um Juiz de Plantão.

Provimento nº 19-TRF5 de 14 de agosto de 2022:

  • Art. 145. Nas Seções Judiciárias, bem como nas Subseções, realizar-se-ão plantões judiciários durante os períodos em que não haja expediente forense regular.
  • Art. 146. Durante o plantão judiciário, o magistrado deve apreciar, independentemente da natureza da matéria tratada e da Vara para a qual o feito for distribuído, petições em que sejam reclamadas providências urgentes que visem evitar o perecimento de direito ou assegurar a liberdade de locomoção, consoante orientação dos normativos do Conselho Nacional de Justiça - CNJ.
    • § 1º. Não se inserem no conceito de urgência as discussões sobre atos ou omissões cujos efeitos só ocorram durante o expediente forense regular, havendo condições de apreciação pelo juiz para o qual fora distribuído o feito, ou que tenham sido objeto de ação anteriormente ajuizada, mesmo com pedido de desistência, homologada ou não.
    • § 2º. Em sendo requerida, durante o plantão, alguma medida reputada de natureza urgente, em relação a processo já distribuído, o magistrado plantonista deverá remeter os autos imediatamente ao juiz do feito, para as providências que este entender cabíveis.
  • Art. 147. Deverá o magistrado plantonista exigir da parte autora ou do advogado que a patrocina declaração, sob as penas da lei, inclusive condenação por litigância de má-fé, de que o pedido formulado no plantão não é repetição ou reprodução de pleito formulado anteriormente.

Leia a íntegra do Título V, capítulo III do Provimento nº 19 de 14 de agosto de 2022 do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, que disciplina a matéria.

Para cadastramento de Processos Judiciais Eletrônicos (PJe) no plantão judiciário, o advogado/procurador deve utilizar local específico no sistema:

PJe - Plantão Judiciário

É imprescindível entrar em contato com o celular do plantonista abaixo indicado após o protocolo do processo no sistema PJe para comunicar a distribuição do processo urgente.

Mais informações podem ser lidas no Quadro de Avisos, existente no Painel do Usuário; e no manual do plantão judiciário para o Advogado/Procurador, em "Sobre o PJe > Manuais de Orientação", no banner sobre o sistema disponível na página do TRF5 na internet.

Escala de plantão para o mês de fevereiro / 2024

Conforme Portaria nº 14/2024, de 25 de janeiro de 2024-JF/AL, designar para plantão nos dias em que não houver expediente forense no mês de fevereiro de 2024, inclusive sábados e domingos:

Juiz Plantonista

Ângelo Cavalcanti Alves de Miranda Neto

Juiz Substituto

Sergio Silva Feitosa

Diretor de Secretaria

José Ulisses de Albuquerque Boia Neto
(82) 98143-3270 (Whatsapp)

Oficial de Justiça Avaliador Carlos Manoel Lins Wagner
(82) 98855-9079

O Juiz Federal de plantão servirá como Juiz Distribuidor no mesmo período.

Institucional
Carta de Serviços
Concursos
Comunicação
Juizados Especiais
Turma Recursal
Transparência
Plantão Judiciário
mapa do site

Este site usa cookies para garantir que você obtenha uma melhor experiência.

Política de Privacidade