TRF5 passa a funcionar com Seções novas Turmas

Com a posse dos novos(as) desembargadores(as) federais, na última sexta-feira (16), para as vagas criadas pela Lei nº 14.253/2021, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região - TRF5 começa a colocar em prática as alterações que a Emenda Regimental nº 4/2022 implantou no Regimento Interno da Corte. As mudanças, feitas para adequar a estrutura do TRF5 à sua nova composição (ampliada de 15 para 24 integrantes), consistem no aumento do número de Turmas (de quatro para sete), na criação de Seções e em mudanças na competência do Plenário.

Duas novas desembargadoras e seis novos desembargadores federais tomaram posse na última sexta-feira (16). Por antiguidade, os juízes federais Francisco Alves e Sebastião Moraes e a juíza federal Germana Moraes; por merecimento, a juíza federal Joana Carolina Lins Pereira e os juízes federais Leonardo Resende, Frederico Wildson e Leonardo Coutinho. Pelo quinto constitucional, em vaga destinada ao Ministério Público Federal (MPF), o procurador da República Rodrigo Tenório. A nona vaga também foi destinada ao MPF e aguarda indicação ao TRF5 da lista sêxtupla. Por ora, foi ocupada, provisoriamente, pelo desembargador federal convocado Marco Bruno Miranda.

O TRF5 passa a funcionar com três novas Turmas: a Quinta, constituída pelos desembargadores federais Francisco Alves (presidente), Joana Carolina e Marco Bruno; a Sexta, formada pelos desembargadores federais Sebastião Moraes (presidente), Leonardo Resende e Rodrigo Tenório, e a Sétima, que reúne os desembargadores federais Germana Moraes (presidente), Frederico Wildson e Leonardo Coutinho. Os presidentes dessas Turmas também passarão a fazer parte do Conselho de Administração do Tribunal.

Também foram criadas três Seções - cada uma com sete desembargadores federais -, que assumem parte das competências anteriores do Plenário: processar e julgar, originariamente, as revisões criminais, as ações rescisórias, os conflitos de competência entre juízes vinculados ao Tribunal, os embargos infringentes e de nulidade e até mesmo as ações penais promovidas contra os que gozam de foro por prerrogativa de função.

A Primeira Seção é composta pelos desembargadores federais mais antigos de cada uma das sete Turmas: Paulo Roberto de Oliveira Lima (presidente), Manoel Erhardt, Rogério Fialho, Roberto Machado, Élio Siqueira, Francisco Alves, Sebastião Moraes e Germana Moraes. A Segunda Seção é formada por aqueles que os seguem em antiguidade: Vladimir Carvalho (presidente), Carlos Rebêlo, Fernando Braga, Paulo Cordeiro, Alexandre Luna, Joana Carolina, Leonardo Resende e Frederico Wildson. A Terceira Seção contará com os membros mais recentes de cada Turma: Cid Marconi (presidente), Rubens Canuto, Leonardo Carvalho, Roberto Wanderley, Leonardo Coutinho, Rodrigo Tenório e Marco Bruno.

As primeiras sessões de julgamento das Seções e das novas Turmas devem acontecer em outubro. Já no próximo dia 28 de setembro (quarta-feira), o Plenário do TRF5 realizará sua primeira sessão telepresencial com a nova composição.

Por: Secom JFAL, com informações do TRF5
Institucional
Carta de Serviços
Concursos
Comunicação
Juizados Especiais
Turma Recursal
Transparência
Plantão Judiciário
mapa do site

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.
A navegação no site implica concordância com esse procedimento, em consonância com a nossa Política de Privacidade.